Caminho da Palavra será rota turística entre Manhumirim e Alto Jequitibá

No dia em que se completaram 100 anos da chegada do Padre Julio Maria Lombaerde ao Brasil foi lançado no Seminário dos Sacramentinos, na cidade de Manhumirim, o projeto da rota turística do Caminho da Palavra. A cerimônia foi presidida pelo Secretário de Estado de Turismo Agostinho Patrus Filho e contou com a participação do Secretário de Estado de Esportes e Juventude, Bráulio Braz, o Superior da Congregação dos Missionários Sacramentinos, Padre Geraldo de Lima Mayrink, e os prefeitos Ronaldo Lopes (Manhumirim) e Daniel Sathler (Alto Jequitibá).

O Superior da Congregação e Presidente do Instituto dos Missionários Sacramentinos, Padre Geraldo Mayrink, falou sobre a importância de Padre Julio Maria na região. “É uma data feliz para a família dos Sacramentinos de Nossa Senhora. Manhumirim recebeu um homem que foi profeta, missionário e que para nós é um santo. Fundou três congregações denominadas como a família Julimariana. O padre foi um homem forte, inquieto, realizador e de coração aberto em seu seguimento à Jesus, por isto, Manhumirim e toda  região têm o rosto dele”.

De acordo com o Padre Mayrink, o Caminho da Palavra será de grande motivação de fé e servirá também para o exercício do ecumenismo, unindo os católicos e os irmãos de outras religiões. “O Padre Júlio Maria não foi apenas um homem de palavra. Ele foi o homem da palavra. Sempre se orientou na palavra de Deus para nos colocar nos caminhos de Deus. O Padre Júlio Maria está nos motivando a esse sentimento ecumênico, em que a palavra de Deus é para todos os cristãos. Sobretudo nesse contexto, do mês missionário, quando ele chegou ao Brasil, foi justamente o período que nos ajuda a pensar nos apelos que Deus vai fazendo na vida missionária na Igreja. Ele chegou nesse dia, num contexto de missão. Veio nos despertar para essa consciência missionária, no caminho da igreja”, destacou o sacerdote.

Durante a cerimônia, foi entregue ao secretário um projeto para construção da Paragem Padre Julio Maria, localizada no município de Alto Jequitibá, onde o missionário faleceu em 24 de dezembro de 1944, e também o projeto do Caminho da Palavra, que terá inicio em Manhumirim, seguindo até a Paragem, no distrito Padre Julio Maria (antiga Vargem Grande).

O secretário Agostinho Patrus Filho, afirmou que o legado do Padre Julio Maria, além de ser importante para toda a região da Zona da Mata mineira, é significativo para o fortalecimento do turismo religioso no Brasil. O secretário lembrou que o padre deixou grandes obras em Manhumirim como o Colégio Pio XI, o Hospital São Vicente de Paulo e o Patronato Santa Maria.

“Mais do que obras, o missionário deixou ensinamentos e a demonstração de que a maior preocupação deve ser com o ser humano e seu desenvolvimento espiritual. Queremos, com essa iniciativa, propiciar desenvolvimento e qualidade de vida para as pessoas e ainda, vamos trabalhar para que os turistas tenham mais uma possibilidade de um caminho de peregrinação e oportunidade de lazer em uma das mais belas regiões de nosso Estado.”

Para o prefeito de Manhumirim, Ronaldo Lopes Corrêa, o caminho da palavra irá seguir o antigo leito da estrada de ferro ligando a cidade até o distrito onde ele foi vítima de acidente. “O Padre Júlio Maria deixou um legado muito grande para todos nós. Temos a intenção de fazer duas coisas importantes: resgatar a sua presença e, ao mesmo tempo, fortalecer o turismo religioso. Manhumirim e Alto Jequitibá têm as marcas do trabalho desse sacerdote ao longo de 16 anos que atuou aqui. O Padre Júlio Maria deixou escritos, fundou as duas congregações e Manhumirim teve sua dimensão na história por conta do que ele fez pela fé da cidade”.

ALTO JEQUITIBÁ

O Prefeito de Alto Jequitibá Daniel Sathler entregou o projeto com toda a planilha de custo para que o distrito seja contemplado com a estrutura para receber os turistas de todo o Brasil para conhecer a história do Padre Júlio Maria de Lombaerde. “Alto Jequitibá foi o local em que ele faleceu, na noite do dia 24 de dezembro de 1944. Nosso distrito de Vargem Grande recebeu o nome dele e ainda carece de uma estrutura para contar essa história. Foi onde ele celebrou sua última missa e trabalhou durante vários anos. O local é significativo e tem uma visão que remete à reflexão, observando toda a serra do Caparaó”, argumenta.

A paragem será uma estrutura com praça com quiosques, capela, arborizada, bancos, mirante, ponto de apoio e tudo mais para ser um local agradável aos turistas e aqueles que moram na região.

O gestor do Circuito Turístico Pico da Bandeira, Francisco Melo, conta que o projeto começou em 2009 e agora está incluído para o plano de investimentos do estado em 2013. “A sinalização aproveita o antigo leito da estrada de ferro entre Manhumirim e Alto Jequitibá e vamos traçar o Caminho da Palavra. Ela seguirá a padronização da Organização Mundial do Turismo, ou seja, ela mostra também todos os atrativos ao redor dela”, detalha.

A solenidade teve a presença dos prefeitos eleitos José Gomes (Alto Caparaó), Darci Braga (Manhumirim), Ademir Conrado (Martins Soares), Lauro Simão (Durandé), João Batista Vieira de Assis (reeleito em Santana do Manhuaçu) e Lúcio Sebastião (Lajinha).

PADRE JULIO MARIA

Padre Julio Maria Lombaerde nasceu em 1878, na Bélgica. Em 1912, já ligado ao sacerdócio, veio ao Brasil, para trabalhar como missionário na Amazônia, por onde permaneceu durante 15 anos. Em seguida, foi enviado ao Macapá, onde criou a Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria. Em 1928, foi para Manhumirim, onde fundou a Congregação dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora e a Congregação das Irmãs Sacramentinas de Nossa Senhora.

Além das atividades ligadas à igreja, Lombaerde escrevia e publicava o jornal “O Lutador”, uma folha religiosa e apologética para esclarecimento dos católicos diante das objeções ou ataques, por vezes violentos, dos “inimigos” da Igreja.  No jornal e nos livros que nasciam do jornal, Padre Júlio Maria utilizava um estilo polêmico e irônico. Segundo avaliação da Editora Vozes, naquela época, o padre foi o autor católico mais lido no Brasil.

Fonte:  Carlos Henrique Cruz – portalcaparao@gmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: