Onde está o amor ao próximo?

Presenciei um fato interessante e ao mesmo tempo triste neste domingo, 23, na cidade de Manhumirim.
Por volta das 13:00hs estava perto do trevo de Manhumirim quando eu e minha namorada vimos um jovem caído no meio da rua, chovia muito. Os motoristas desviavam do jovem e não pararam para prestar socorro.
Estacionei o meu carro e fui até o jovem, ele estava aparentemente tendo uma convulsão, pedi ajuda a duas pessoas que passavam a pé pelo local e o colocamos na calçada. Liguei para a Polícia que acionou a ambulância e o jovem foi levado para o Hospital.
Segundo informações, o jovem estava caído na rua a um bom tempo, os motoristas e pedestres passavam, mas ninguém teve a sensibilidade de ajudar. Quando estava tirando o jovem da rua um motorista gritou que ele estava bêbado e por isso estava ali caído, mas não parecia bêbado e sim que estava passando mal.
Sei que muitas pessoas têm medo de pegar uma doença contagiosa e por isso não ajudou o jovem, mas poderiam ter ligado para a Polícia ou ambulância, mas nada fizeram, pelo contrário ficaram olhando o jovem caído no meio da rua e de baixo de muita chuva.
Estou postando esse fato, pois fico com uma dúvida muito grande, pois será que as pessoas que passavam com seus carros pelo jovem caído não têm uma certa preocupação com o próximo?
Quero parabenizar a Polícia Militar de Manhumirim, pois quando liguei para os mesmos, fui logo atendido e não demorou cinco minutos para a ambulância aparecer no local.
Deixo aqui a minha nota 0 (zero) para os motoristas e pedestres que passaram pelo jovem caído na chuva e não fizeram nada, será que essas pessoas têm uma religião? Se tem, estão fazendo completamente ao contrário do que diz a palavra de Deus.

Anúncios

3 respostas para Onde está o amor ao próximo?

  1. Heber Eller disse:

    É por essas e outras que vc é o Grande Zé. Parabéns companheiro. Amor ao próximo: isso sim é interpretar o que que dizer tal expressão. Garanto pra vc que se fosse alguém politicamente importante ou que num futuro pudesse retribuir ou recompensar, muitas pessoas teriam parado ali, mas não por amor ao próximo, mas por ganância e amor a si mesmos, pensando no que poderiam receber em troca se ajudassem alguém que tivesse condição de retribuir. Valeu Grande Zé !

  2. Ladsmar disse:

    Meu nobre amigo José Carlos;
    Isso acontece é toda hora. E não é só em Manhumirim não. Estamos cansados de sermos acionados para atendermos esse tipo de ocorrência. Em Alto Caparaó também acionamos imediatamente a ambulância e em vários casos o município já acionou taxi para socorrer esse ou aquele, visto que a ambulância já estava socorrendo alguém. Certo é que as pessoas nem sempre são comovidas como você foi e muitas vezes se omitem. Mas infelizmente temos que conviver com essa situação. O policial militar convive diariamente com coisas desse tipo e tentamos ajudar sempre na medida do possível, mas infelizmente nem sempre somos reconhecidos. Parabéns pela sua atitude e ainda pelo reconhecimento, visto que a PM de Manhumirim lhe atendeu com rapidez e nada mais justo que reconhecê-la nesta situação.

  3. Ana Cecília disse:

    Parabéns pela solidariedade, exemplo de amor ao próximo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: