Brincadeira perigosa

LINHA DE PIPA COM CEROL: UMA BRINCADEIRA PERIGOSA E CRIMINOSA

Com a chegada das férias escolares juntamente com a época do verão, muitas crianças e adolescentes aproveitam o período ocioso para prática de diversas atividades como esportes, games e brincadeiras.

Uma delas bem conhecida é a chamada pipa ou papagaio como é chamado em outros estados.

A antiga brincadeira que hora antes fazia parte de uma atividade comum, divertida e inofensiva, passou a se tornar extremamente perigosa, colocando em risco a vida de pessoas podendo provocar ferimentos graves e até matar. Desde que o cerol passou a fazer parte da típica brincadeira brasileira, uma simples armação de varetas com papel e linha tornou-se uma arma ofensiva e letal.

O cerol é uma mistura cortante de pó de vidro e cola de madeira (já existem tipos de cerol feitos com óxido de alumínio e pó de mármore) utilizada na linha da pipa com o objetivo de cortar a linha de outra pipa oponente. Acidentes fatais relacionado com o cerol ocorrem em áreas onde existe a prática com aeronaves, pedestres, ciclistas, motociclistas e pára-quedistas que eventualmente tenham contato com a linha. São como se fossem “microfacas”. Você tem um elemento que é cortante e ao mesmo tempo flexível, uma combinação mortal

Geralmente nos casos fatais, o pescoço é a parte do corpo que entra em contato com a linha de pipa com cerol. São registrado maior número de acidente nos meses de janeiro, fevereiro, julho e dezembro, que correspondem aos períodos de férias escolares.

Em nosso Estado o uso de cerol em pipa é crime previsto na lei 14.349/2002 que pune o infrator com multa que varia de R$ 100,00 a R$ 1.000,00.

Também há a previsão no artigo 132 do Código Penal, que discorre sobre o ato de colocar a vida de outra pessoa em perigo. Como é inimputável, o menor não será penalizado. Os pais, porém, podem ser qualificados no artigo249 do (ECA) Estatuto da criança e adolescentes por descumprimento do dever pátrio poder, ou seja, por ter permitido que seus filhos brinquem com substâncias perigosas.

Se a linha cortante conseguir matar, o crime passa a ser homicídio. A lesão corporal, crime previsto no artigo 129, prevê pena de detenção de três meses a um ano de detenção. Já o crime de homicídio prevê a pena de reclusão de seis a 20 anos.
O adolescente flagrado utilizando o cerol em sua linha poderá ser encaminhado para a delegacia, juntamente com os pais, para ser lavrado o ato infracional.

No dia 15 deste mês um menor, filho de Rafaela dos Santos, teve o pescoço ferido após uma linha com cerol cair na creche municipal. Por sorte, o menor teve apenas ferimentos leves. A PM DE ALTO CAPARAÓ VEM COIBINDO A PRÁTICA DO USO DE CEROL EM PIPAS. Este mês já foram recolhidas diversas latas de linha com cerol e breve será iniciada uma campanha de conscientização no intuito de alertar jovens e pais acerca dos perigos do uso do cerol e suas conseqüências legais, uma vez que tal prática constitui crime.

Colaborador: Bruno Cruz, SD PM.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: