Alto Caparaó supera meta do IDEB

A cada dois anos as escolas de todo o Brasil recebem as notas do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. O total desta nota engloba a nota dos alunos em um exame nacional chamado Prova Brasil e a taxa de aprovação da escola, usando estes dois fatores é calculado o IDEB. Cada escola tem sua própria nota, que são usadas para que, assim, possamos ter a nota geral do município.

Este índice é usado para calcular o quanto a educação de cada município está evoluindo.

Nossa primeira nota em 2005 foi 4,0, e a partir daí teríamos que alcançar sempre notas maiores. Em 2007 tivemos a tristeza de alcançarmos 3,7. Mas isso não nos abateu, pois com muito trabalho e determinação em 2009 alcançamos a nota de 4,8. Ou seja, em 2009, já alcançamos a nota proposta para o ano de 2011.

Isso nos anima, mas não pode nos acomodar, vamos lutar para alcançarmos o 6,0 que é a nota dos melhores países na área da educação, como a Finlândia.

Parabéns a todos os funcionários da educação de nosso município, essa conquista é de vocês!

Para quem quiser conferir a nota de cada escola e de outros municípios esse

é o link: ideb.inep.gov.br/

Fonte:  Secretaria Municipal de Educação.

Anúncios

4 respostas para Alto Caparaó supera meta do IDEB

  1. Heber Eller disse:

    Ô Zé.. blz? Parabéns a nossos educadores, que tem tido tamanho desempenho. Que bom se esse nível de educação prosseguisse em outras esferas educacionais e não apenas na Educação Básica. Seguinte… fiquei curioso. Diz aí, nos melhores países, a Educação (IDEB) atinge nota 6,0. Mas a nota máxima seria 6 ou seria 10? Os “MELHORES PAÍSES” tendo nota 6,0 vc acredita mesmo que tenhamos a mesma nota que eles em pouco tempo? E a prova seria do MESMO NÍVEL também? Valeuuuu

  2. Thiago Monteiro disse:

    A projeção feita pelo Governo é a de que em 2020 possamos estar atingindo a nota 6,0 que é o padrão (hoje) dos países de 1º mundo. Não sabemos, porém, se quando atingirmos essa nota, qual será a nota deles…

  3. Heber Eller disse:

    Blz Thiago? Parabéns aí pelo resultado. Não sei se acontece em “todas” as escolas, mas sabemso que o governo tem uma política muito grande de não reprovação. Conheço professores que ja disseram que recebem orientação de serem “obrigados” a atingir determinado índice de aprovação. Caso os alunos não façam por onde, eles fazem, ou sejam, aprovam mesmo assim. Na Equação que se define a nota do IDEB, esse fator aprovação é levado em conta certo? Acha que isso pode causar em parte, uma sensação de falsa melhora no IDEB, não a nível municipal, mas digo para o BRASIl todo? Temos certeza que temos melhorado, mas será que parte dessa melhora não vem dessa “manobra”? E será que nos países como a Finlândia, eles dão esse empurrãozinho no aluno?

  4. Thiago Monteiro disse:

    Olha Heber, sabemos até mesmo de escolas que, fraudaram a Prova Brasil, e até mesmo por isso agora as provas são aplicadas por pessoas de fora do município. É claro que isso acontece, mas em nossas escolas não adotamos este tipo de postura, entendemos que não vale a pena “maquiar” uma nota. Temos de nos preocupar com a vida escolar do aluno. Porém, sabemos que Brasil a fora não acontece assim, prova disso é baixo nível de aprendizagem apresentado por alunos que recebemos de outras cidades, onde geralmente as notas são excelentes e os alunos não sabem nada. Infelizmente isso acontece…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: