A verdadeira Independência do Brasil.

Em cinco anos, 32 milhões de pessoas, o equivalente à metade da população da França ascenderam socialmente. Hoje, a classe C se multiplicou e passou a representar a metade da população do País. Cerca de 90 milhões de brasileiros agora possuem renda familiar mensal entre R$ 1.115 e R$ 4.807 e se tornaram uma força tão poderosa que já é apontada por alguns especialistas como a classe dominante no sentido econômico.

Na opinião dos especialistas, o crescimento do poder aquisitivo da classe C só ocorreu graças ao aumento da escolaridade nos últimos 20 anos, ao controle da inflação com o Plano Real e ao acesso ao crédito nos últimos seis anos.

Ao lado da renda e do crédito, a carteira de trabalho também é uma das grandes conquistas da classe C. Há cinco meses, dados do IBGE mostraram que, pela primeira vez em 16 anos, metade (50,7%) dos trabalhadores nas principais capitais tiveram a carteira de trabalho assinada.

O Brasil está crescendo com distribuição de renda! Isso nunca havia acontecido antes. As novas gerações estão chegando mais educadas no mercado de trabalho.  Mesmo em nossa Cidade (Alto Caparaó), podemos constatar facilmente os benefícios que estes últimos oito anos têm trazido para todos. A grande quantidade de jovens cursando o ensino superior, o aumento do poder de compra dos aposentados e pensionistas do INSS, as melhorias salariais de vários profissionais, o bolsa família distribuído às famílias carentes, os investimentos públicos oriundos de verbas federais, estaduais e da própria arrecadação municipal, os investimentos do setor privado no comércio local, tudo tem permitido que o Município cresça acima da média regional.

Os brasileiros estão podendo ter acesso a bens com a casa própria, veículos, faculdades, televisões de LCD, cursos profissionalizantes, telefone celular, computadores, internet e ainda tem sobrado um pouco para a conta-poupança, entre outros bens que antigamente eram considerados um luxo.  Outro fator importante é que a maioria dos brasileiros pensam positivamente sobre o futuro do Brasil e conseqüentemente dos brasileiros.

É também neste espírito de positividade que a candidata Dilma Rousseff deve liquidar  a eleição presidencial já no primeiro turno. De acordo com sondagens de todos os institutos de pesquisa, a candidata de Lula, vence em todos os Estado brasileiros, inclusive no Estado de São Paulo, onde o PSDB sempre foi favorito.

Votar em Dilma não significa reeleger o Presidente Lula. Mas é dar continuidade a tudo o que vem dando certo no nosso país e que permitiu que milhões de brasileiros pudessem viver com mais dignidade social.  O consumo, o emprego em alta e a sensação de bem-estar da população irão influenciar decisivamente na hora da definição do voto.

Por minha vez, irei seguir o leva: “Se o Lula está com ela, eu também estou.”

Autor: Renato Mota de Aguiar.

Anúncios

6 respostas para A verdadeira Independência do Brasil.

  1. Rodrigo Rocha disse:

    José Carlos passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
    Um grande abraço e tudo de bom
    Ass:Rodrigo Rocha

  2. Viver num país dos sonhos deve ser algo maravilhoso, não é mesmo?!?!?!?!?!?!
    Mas como em todo sonho ruim, a gente se sente aliviado quando acorda e vê que foi só um pesadelo.
    Isso é mais ou manos o que acontece com esse “governo do sonhos”.
    É tudo mil maravilhas, mas quando a gente “acorda”, percebe que não é tão maravilhoso assim.
    Mas sempre tem aqueles que dizem: Ahhh…mas agora podemos comprar TV’s de LCD, carro, geladeira nova e etc…
    Podemos comprar mais que antes sim senhor…mesmo que com juros astronômicos diluídos em setecentas parcelas…mas podemos.
    E aí vamos dando vasão aos nossos sonhos.
    Mas o que não conseguimos esconder é a nossa desilusão ao acordarmos numa fila kilométrica num hospital público, sejam eles municipais, estaduais ou federais(como por exemplo o hospital do Fundão (federal), aqui no Rio de janeiro)…
    O abandono da UFRJ, como outro exemplo.
    E as eleições de 2010 vêm aí e vamos vivendo nesse “país dos nossos sonhos”, com os mesmos (agora candidatos) responsáveis por estarmos usufruindo de todas essas maravilhas do nosso “país dos sonhos”.
    Isso não acontece na Dinamarca, Suiça, Siécia, etc…
    Onde o povo passa fome, não têm hospitais e na área da educação nada finciona.

  3. Heber Eller disse:

    A VERDADE ESTÁ NA CARA, MAS NÃO SE IMPÕE.
    (ARNALDO JABOR)

    O que foi que nos aconteceu?
    No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor,’explicáveis’ demais.
    Toda a verdade já foi descoberta, todos os crimes provados, todas as mentiras percebidas.
    Tudo já aconteceu e nada acontece. Os culpados estão catalogados, fichados, e nada rola.
    A verdade está na cara, mas a verdade não se impõe. Isto é uma situação inédita na História brasileira!!!!!!!
    Claro que a mentira sempre foi a base do sistema político, infiltrada no labirinto das oligarquias, mas nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente, desfigurada!!!!!!!!
    Os fatos reais: com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo e desviou bilhões de dinheiro público para tomar o Estado e ficar no poder 20 anos!!!!
    Os culpados são todos conhecidos, tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas o governo psicopata de Lula nega e ignora tudo !!!!!
    Questionado ou flagrado, o psicopata não se responsabiliza por suas ações. Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar. O outro não existe para ele e não sente nem remorso nem vergonha do que faz !!!!!
    Mente compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir poder. Este governo é psicopata!!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas. A verdade se encolhe, humilhada, num canto. E o pior é que o Lula, amparado em sua imagem de ‘povo’, consegue transformar a Razão em vilã, as provas contra ele em acusações ‘falsas’, sua condição de cúmplice e Comandante em ‘vítima’!!!!!
    E a população ignorante engole tudo.. Como é possível isso?
    Simples: o Judiciário paralítico entoca todos os crimes na Fortaleza da lentidão e da impunidade. Só daqui a dois anos serão julgados os indiciados – nos comunica o STF.
    Os delitos são esquecidos, empacotados, prescrevem. A Lei protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua. O que dizemos não se escreve, o que escrevemos não se finca, tudo quebra diante do poder da mentira desse governo.
    Sei que este é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tem de ser escrito…
    Está havendo uma desmoralização do pensamento.
    Deprimo-me:
    Denunciar para quê, se indignar com quê? Fazer o quê?’
    A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios. A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do lulo-petismo.
    A cada cassado perdoado, a cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as idéias não correspondem mais Aos fatos!!!!!
    Pior: que os fatos não são nada – só valem as versões, as manipulações.
    No último ano, tivemos um único momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o Roberto Jefferson abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política.
    Depois surgiram dois grandes documentos históricos: o relatório da CPI dos Correios e o parecer do procurador-geral da república. São verdades cristalinas, com sol a Pino.
    E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de ‘gafe’.
    Lulo-Petistas clamam: ‘Como é que a Procuradoria Geral, nomeada pelo Lula, tem o desplante de ser tão clara! Como que o Osmar Serraglio pode ser tão explícito, e como o Delcídio Amaral não mentiu em nome do PT ? Como ousaram ser honestos?’
    Sempre que a verdade eclode, reagem.
    Quando um juiz condena rápido, é chamado de exibicionista’. Quando apareceu aquela grana toda no Maranhão (lembram, filhinhos?), a família Sarney reagiu ofendida com a falta de ‘finesse’ do governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando….
    Mas agora é diferente.
    As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o governo do Lula está criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência política, uma língua esquemática, dualista, maniqueísta, nos preparando para o futuro político simplista que está se consolidando no horizonte.
    Toda a complexidade rica do país será transformada em uma massa de palavras de ordem , de preconceitos ideológicos movidos a dualismos e oposições, como tendem a fazer o Populismo e o simplismo.
    Lula será eleito por uma oposição mecânica entre ricos e pobres, dividindo o país em ‘a favor’ do povo e ‘contra’, recauchutando significados que não dão mais conta da circularidade do mundo atual.
    Alguns otimistas dizem: ‘Não… este maremoto de mentiras nos dará uma fome de Verdades’! (Arnaldo Jabor)

    Ah, é o seguinte…. Não voto no Serra !!!

  4. Heber Eller disse:

    Quanto a essa eleição 2010, a Dilma ja está eleita, ou melhor, o Lula ja a elegeu, e isso é FATO! Só espero que ela admita saber mais que o Lula das coisas que acontecem, pois de todos os escândalos envolvendo políticos, quer situação quer oposição, o Lula não sabia de nenhum deles, caso envolvesse situação. E a galera envolvida, ja está “na fita” pra engajar de novo no mandato “do Lula”, ah, me esqueci, da Dilma.

    Valeu Zé…

  5. Renato Mota de Aguiar disse:

    Prezado Heber,
    Adoro a Democracia por que ela nos permite a exposição de nossas idéias. Se você transcreveu o texto do Jabor é por que concorda com tudo o que ele diz. Há muito tempo tenho percebido que a grande mídia do nosso país tem criticado sistematicamente o Governo Lula. Mas o que de fato está por traz destas críticas realizadas pela Rede Globo de Televisão e Revistas como a Veja e Época entre outras? Por quê Lula irá eleger Dilma? Será que em plena época em que há menos analfabetos no país, o acesso a internet para todos, jornais, os blogs, ao exercício da democracia, a tantos meio de comunicação, o povo estaria tão iludido assim?? Por quê o Estado de São Paulo, o mais rico do país, reduto eleitoral do PSDB há anos, está escolhendo Dilma como presidente e não vai votar em seu ex-governador? Acusar o Presidente Lula de ser corrupto é uma grande injustiça! Nunca ninguém duvidou da honestidade do Presidente. Todos sabem que a reeleição do Presidente Fernando Henrique Cardoso foi comprada no Congresso Nacional, com os nossos “Nobres” congressistas recebendo dinheiro para votar a favor do projeto da reeleição. A Polícia Federal no governo Lula teve total liberdade para trabalhar e por mais que tentaram jogar lama no histórico de Lula, não conseguiram.
    Obs 1.: Agora estou sem tempo, mas depois vou escrever por que Arnaldo e tantos outros da grande mídia criticam o governo do Lula. Obs 2.: Não sou petista, sou Lulista.

  6. Fabio Teixeira Machado disse:

    Mauro Carrara: Os atentados terroristas de setembro de 2010

    Carta ao Presidente Lula e à Sra. Dilma Rousseff

    Os atentados terroristas deste Setembro de 2010

    por Mauro Carrara (em nome de muitos, muitos brasileiros)

    Senhor presidente, senhora candidata,

    Certa vez, ao perceber o limite da tolerância ultrapassado, o diplomata italiano Baldassare Castiglione pronunciou uma frase que incomodou seus colegas e o episcopado romano.

    – Perdoando demasiadamente aos que cometem faltas, fazemos uma injustiça contra os que não as cometem.

    Baseado nessa sentença, séculos depois, o escritor Émile Zolá escreveu no L’Aurore o célebre artigo J’accuse (Eu acuso), em que aponta os poderosos conspiradores e malfeitores que haviam destruído a reputação e a vida do capitão do exército francês Alfred Dreyfus, injustamente acusado e condenado por traição.

    Em seu ácido, duro e brilhante texto, Zolá denuncia cada um dos responsáveis pela produção de falsas provas, assim como a parcela da imprensa que se empenhou em iludir o público e incitar o ódio contra o militar e seus defensores.

    O escritor ergue o dedo na direção dos veículos de comunicação que se juntaram à conspiração. Vale recordar o trecho:

    – Eu acuso os gabinetes de guerra de terem liderado na imprensa, particularmente no L’Éclair e no L’Écho de Paris, uma campanha abominável para distrair a opinião e encobrir seus erros.

    Hoje, no Brasil, assistimos atônitos a uma série de atentados terroristas praticados pela mídia, mais especificamente pelas Organizações Globo, pela Editora Abril (sobretudo por meio da revista Veja), pela Folha de S. Paulo e pelos veículos do Grupo Estado.

    Por conta de interesses eleitorais, esses veículos de comunicação converteram-se em núcleos de terrorismo organizado, servindo especialmente aos partidos neoconservadores, o PSDB, de José Serra, e o DEM.

    Liderados pelo Instituto Millenium praticam diariamente atentados contra a Democracia e o Estado de Direito.

    Caluniam, difamam, injuriam e praticam fraudes, sempre impunemente, sempre arrogantemente, sem que se sejam alcançados pelo braço da lei.

    Infelizmente, não há policial, promotor ou magistrado que se ocupe de enquadrar essas gangues e os grupos econômicos que as sustentam.

    O cidadão está só, indefeso, pois não vê qualquer reação dos tribunais regulares, da tendenciosa justiça eleitoral, tampouco do Executivo Federal.

    Dessa forma, o consórcio Globo-Abril-Folha-Estado segue agredindo barbaramente não somente os bons valores e princípios, mas também todos aqueles que lutam para consolidar a democracia no Brasil.

    A seleção maliciosa de temas e a edição criminosa dos textos jornalísticos têm marcado a cobertura das Eleições 2010.

    O golpismo irrompe explícito em todos os conteúdos políticos publicados pelas famílias Marinho, Frias, Mesquita e Civita.

    Depois da criação do factoide que envolve a Receita Federal, o “Setembro de Fogo” ganhou mais um crime da lavra do “jornalista” Diego Escosteguy, funcionário do panfleto terrorista da família Civita.

    Convém lembrar que o mesmo elemento publicou em 28/01/2006 a reportagem “Caixa financia obra da Vila Panamericana sem licitação”, um peça de sabotagem política construída a partir de dados incorretos, incompletos e fantasiosos.

    Diego Escosteguy e muitos de seus colegas do bando de Veja deveriam, na verdade, ocupar celas em prisões de segurança máxima, considerada a natureza destrutiva e criminosa do material contaminado que disseminam, semanalmente, para envenenar as relações sociais em nosso país.

    Em seu mais recente crime, Veja e Escosteguy mentem, caluniam, difamam, adulteram fatos e agridem covardemente a Sra. Erenice Guerra, funcionária dedicada do Governo Federal, reconhecida por sua competência e reta conduta.

    A “reportagem” denominada “O polvo no poder” constitui-se em inacreditável coleção de mentiras, exageros, deduções ilógicas, deturpações e invenções maliciosas, uma bomba midiática destinada a destruir reputações e estimular os setores mais reacionários da sociedade à prática de delitos que rompam a ordem institucional.

    O Sr. Leonel de Moura Brizola nos ofereceu inúmeros exemplos de coragem e determinação, especialmente no que tange às ações de combate aos terroristas midiáticos do consórcio Globo-Abril-Folha-Estado.

    Nós o vimos lutando bravamente, por exemplo, quando as Organizações Globo tentaram fraudar o resultado da eleição de 1982, no famoso Escândalo Pronconsult.

    Cabe-vos, portanto, neste momento decisivo da vida nacional copiar esse modelo de conduta e liderar sem medo uma ação de cidadania que vise a coibir tais ações terroristas e encaminhar juridicamente o enquadramento não somente dos falsos jornalistas, mas também de seus capatazes e dos donos dos latifúndios midiáticos.

    Isso requer de vossa parte um imediato J’accuse público de figuras nefastas como Ali Kamel, Eurípedes Alcântara, José Roberto Guzzo, Mario Sabino, Roberto Irineu Marinho, Ruy Mesquita e Otávio Frias Filho.

    Ao nomear os mandantes e autores do terrorismo midiático, vacina-se a população brasileira contra a vírus da desinformação.

    Além disso, constitui-se precedente para que todos os cidadãos prejudicados pelo consórcio midiático possam engendrar suas defesas e exigir a devida reparação.

    Não existe democracia sem que o Direito e a Justiça sejam observados também no labor da informação pública.

    Hoje, esse serviço de máxima importância estratégica para o país está controlado por uma malta de coronéis e bandoleiros contratados, cujos crimes têm sido vergonhosamente desconsiderados pelas autoridades do Executivo, do Legislativo e do Judiciário.

    Exige-se uma resposta imediata, vigorosa e esclarecedora. E certamente é vossa a voz que o povo ouvirá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: